Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arquivo Rua Direita

Arquivo Rua Direita

29
Jul09

Consideração intelectual

Afonso Arnaldo

Como relembrou, e bem, o nosso Rui Castro (uns posts abaixo), há menos de 2 anos o CDS apresentou um estudo relativo à gravíssima problemática da natalidade no nosso país (ver aqui). Aí se analisa o assunto com pormenor e seriedade. Hoje o PS arremessa aos olhos dos portugueses 200€ por filho a 18 anos... Não me sinto ofendido nem irritado. Sinto-me feliz por saber que o meu voto vai para quem tem por mim consideração intelectual!!

28
Jul09

"Governo duplica prémio de produtividade a dirigentes do Fisco"

Afonso Arnaldo

 


Anuncia-se hoje, no Jornal de Negócios, um aumento de 100% do prémio de produtividade aos dirigentes do Fisco e de 150% aos chefes de finanças. Estes prémios provêm do Fundo de Estabilização Tributária (FET), o qual é dotado, entre outros, através de parte das receitas de impostos arrecadados coercivamente (por exemplo, através de processos de execução fiscal). As dotações para o FET podem atingir 5% da receita assim arrecadada (confira-se o DL 335/97, de 2 de Dezembro).

 

Reconheço ser, desde logo, discutível a atribuição de um prémio a quem já recebe um salário para cumprir uma função. É o prémio que faz o funcionário ter uma actuação mais diligente, proactiva e em conformidade com aquilo que se lhe exige por Lei? Não devia… Mas infelizmente é.

 

Por isso, e reconhecendo que somos como somos (não que não se deva tentar alterar costumes e formas de actuação, mas por agora dou isso de barato), aceito o trabalho por objectivos e, consequentemente, os prémios de produtividade. A teoria da cenoura à frente da boca sempre fez a carroça mover-se de forma mais expedita…

 

Mas não posso, de forma alguma, concordar com prémios distribuídos de forma cega. O histórico da distribuição destes prémios provindos do FET tem demonstrado uma atribuição dos mesmos sem atender ao desempenho particular de cada individuo ou, mesmo, da divisão/equipa a que pertence. Um prémio socialista, portanto (atenção que, se bem me lembro, não foi diferente quando outros partidos estiveram “no poder”, em concreto PSD e CDS). Penso que o prémio deverá, de futuro, ficar indexado ao desempenho concreto de cada funcionário e da divisão/equipa em que se encontra integrado. Desta forma, poderemos até atribuir um valor maior aos melhores, em prejuízo dos piores. Como as coisas estão, “comem todos pela mesma medida”.

 

Mas repensar a forma de atribuição destes prémios não deve ficar por aqui.  


 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contacto

ruadireitablog [at] gmail.com

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D