Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arquivo Rua Direita

Arquivo Rua Direita

2 comentários

  • Caro António,
    O casamento entre homossexuais não afecta directamente a natalidade. Mas, aceitando que a protecção especial do Estado a casamentos que permitam a procriação assenta na defesa da reprodução da sociedade, faz sentido que o estado proteja os relacionamentos de homossexuais? Qual a razão dessa protecção? Se a causa dessa protecção não é a procriação, qual será?
    O afecto? Não concordo que sentimentos e emoções sejam tutelados pelo Estado.
    Questões económicas? Nesse caso, existiriam outros tipos de relacionamentos que também poderiam reclamar direitos do Estado. Faria então sentido o Estado negar-se a proteger colegas que partilham habitação por questões económicas ou funcionais, casais de namorados ou até amigos? Não.
    Todas estas associações de indivíduos são muito válidas, mas muito diferentes da figura jurídica protegida pelo casamento.
    Cumprimentos

    PS. (Post Scriptum: num blogue eleitoral é sempre melhor esclarecer). É bom haver pessoas que divergem nas suas ideias e pensamentos.
  • Comentar:

    CorretorMais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Contacto

    ruadireitablog [at] gmail.com

    Arquivo

    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2010
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2009
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D