Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arquivo Rua Direita

Arquivo Rua Direita

4 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Oakeshott/OhQueChato 30.07.2009

    A relaçao entre pessoas de sexos diferentes orientada para a procriaçao gozou historicamente, em todas as sociedades humanas, de especial protecçao legal e chama-se casamento.

    Se o casamento  nao estiver orientado para a procriaçao e para a protecçao das novas geraçoes perde a sua razao de ser e o seu fundamento universal.

    Se se defende o casamento homosexual (que esvazia o valor social da reproduçao), vale a pena estar a dar, com a outra mao, incentivos a natalidade?
  • Sem imagem de perfil

    Clara 31.07.2009

    Nesse caso também tem de ser a favor da ilegalização do casamento heterossexual em que um ou ambos os contraentes não tenham capacidade reprodutiva.

    E da ilegalização do divórcio.

    E dos filhos nascidos fora do casamento.
  • Não Clara, não sou. Os casos que apresentou são excepções e como tal não devem ter um enquadramento júrico especial. A lei é geral e abstracta  e embora esteja orientada para a reprodução social também regula as excepções.

    No caso dos filhos fora do casamento a lei assegura e muito bem a protecção biológica e das futuras gerações.

    Um abraço
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Contacto

    ruadireitablog [at] gmail.com

    Arquivo

    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2010
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2009
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D