Segunda-feira, 14 de Setembro de 2009
Carlos Martins

A falência da Lehman Bros. foi há um ano. Não vou certamente esquecer esse dia. Marcava o tombo de um dos gigantes dos mercados. Marcava o espírito de Wall St.


 


Depois disso, agravou-se a crise financeira que já se sabe, e alargou-se a discussão sobre qual o tamanho e espaço de intervenção optimo dos Estados. Um ano depois e já com algum distanciamento, é possível afirmar que só foi possível o total descontrolo da banca de investimento worwide porque a regulação do Estado facilitou e falhou. O mercado seguiu o seu caminho, bem e mal; ao Estado compete impedir - regulando - que o mercado ponha em risco o próprio Estado. O Estado falhou. Mas a esquerda aproveita-se para vincar a importancia do Estado, quiça num ultimo folego - canto do cisne? - marxista / keynesiano. O tempo provará (e provou) o contrário.


 


Ainda assim, deixo a pergunta (e a resposta, se me permitem): porque é que o Estado não interveio atempadamente? Talvez porque os gordos impostos que recolhia da banca satisfaziam toda a gente e enfraqueciam a regulação...afinal a culpa é dos bancos que naturalmente perseguem o lucro, ou dos Estados que nao zelaram pela segurança financeira dos seus contribuintes?


Publicado em 14/9/09 às 12:33
Link

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Toponímia
Declaração de Princípios
Biografias
Estudos de Tráfego
Baixar Impostos?
Políticas de Natalidade
Energias Renováveis Alternativas
Economia Subsidiada
(in)Justiça
Contacto
ruadireitablog [at] gmail.com
Autores
Mais Comentados
41 Comentários
31 Comentários
20 Comentários
14 Comentários
12 Comentários
Pesquisar
 
Tags

aborto(1)

açores(2)

adopção(1)

agricultura(2)

água(1)

ambiente(22)

asfixia democrática(2)

autárquicas porto(1)

be(2)

biografias(1)

bloco(14)

bloco central(19)

blogconf(10)

calúnia(1)

campanha(2)

cartazes(9)

casamento(3)

casamento entre pessoas do mesmo sexo(12)

cds(55)

censura(1)

centralismo(1)

centrão(6)

cerejas sem caroços(1)

código contributivo(1)

código de execução de penas(1)

coligação ps / pcp(1)

coligações(3)

competitividade(1)

comunicação política(1)

comunicação social(7)

comunismo(6)

confiança(1)

conservadorismo(5)

debates(132)

demagogia(2)

democracia(7)

democracia-cristã(2)

desemprego(2)

economia(64)

educação(16)

educação sexual(2)

eleições(49)

emprego(3)

energia(24)

escola pública(2)

estado(2)

estalinismo(4)

estudos de tráfego(6)

extrema-esquerda(2)

família(4)

fiscalidade(24)

imigração(4)

inovação(5)

investimento público(5)

jornal nacional(5)

justiça(16)

lei do arrendamento(2)

leninismo(5)

liberalismo(20)

liberdade(10)

louçã(3)

magalhães(4)

mandatária juventude ps(2)

manuela moura guedes(8)

maoismo(4)

marketing(4)

marxismo(2)

media(15)

mercado(2)

meritocracia(4)

mobilidade(6)

não(2)

natalidade(41)

ordenamento do território(2)

políticas públicas(34)

portugal(2)

presidência da república(2)

produtividade(2)

programa cds(23)

programa eleitoral(2)

programa ps(17)

programa psd(2)

programas eleitorais(3)

ps(43)

psd(24)

rua direita(25)

saúde(11)

segurança(7)

segurança social(8)

simplex(2)

socialismo(2)

sócrates(8)

socrates(2)

subsídios(7)

trotskismo(5)

tvi(2)

união de facto(8)

voluntariado(2)

voto útil(22)

voto verdadeiramente útil(9)

todas as tags

Twingly BlogRank
blogs SAPO