Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Arquivo Rua Direita

Arquivo Rua Direita

09
Set09

Ainda sobre o debate de ontem

Rui Castro

(texto originalmente publicado aqui)


 


Percebe-se a excitação dos socialistas com a prestação do querido e amado líder no debate de ontem com Francisco Louçã. Com efeito, há, por um lado, cada vez mais a sensação de que Sócrates não é capaz de renovar a confiança que uma maioria de portugueses lhe conferiu em 2005. Por outro, é também verdade que, à esquerda, Louçã representa o maior perigo à hegemonia que o PS tem tido desde 1976.


 


Se aliarmos a estas duas premissas o facto das expectativas quanto ao debate de ontem darem uma vitória por KO a Francisco Louçã, resulta evidente que a vantagem de Sócrates no debate equivale a uma vitória de uma equipa do campeonato distrital sobre o Glorioso. Em resumo, ontem houve Taça. Adiante.


 


Se eu fosse socialista, porém, não entrava em histerismos. Sócrates limitou-se a aplicar a Louçã a técnica que este, ao longo dos últimos anos, utilizou com os seus adversários, pondo a nú aquilo que é uma evidência para a grande maioria há já muito tempo: se o BE fosse governo, nem os candelabros cá ficavam.


 


Mas se, do ponto de vista formal, a vitória de Sócrates foi ontem uma evidência, a verdade é que, do ponto de vista substantivo, exige-se muito mais de um primeiro-ministro. Desde logo, há a esperança que apresente propostas que possam melhorar a qualidade de vida dos eleitores; que apresente pistas para sairmos da crise; que tenha a honestidade de reconhecer os erros dos últimos 4 anos e justifique a razão de ser de uma reeleição; que explique onde é que as suas políticas falharam. A realidade, porém, é que Sócrates não fez nada disto. Sócrates limitou-se a pontapear o adversário com mais força, sem que tenha conseguido demonstrar que é efectivamente o melhor (suspeito que acontecerá o mesmo no debate com Ferreira Leite).


 


Sócrates, ao contrário do que a propaganda nos quis fazer crer, foi um péssimo primeiro-ministro. Os últimos 4 anos não passaram de um equívoco e é por isso que ninguém pode faltar à chamada do próximo dia 27. Sócrates pode ser um excelente tribuno e pode, inclusivamente, ganhar (quase) todos os debates, mas estou cada vez mais convencido de que não consegue ganhar o país.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contacto

ruadireitablog [at] gmail.com

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D